sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Nosso cantinho... minha história!

Hoje eu quero inaugurar uma parte nova no meu blog, uma parte onde quero dividir um pouco com vocês a minha nova experiência na maternidade, minhas furadas e acertos... não que o blog vá se transformar única e exclusivamente em assuntos maternos mas acho bacana conversarmos sobre isso as vezes!

Nosso cantinho...

Eu esperei toda minha gestação para contar a minha história para vocês, estou na reta final (36 semanas) e agora me sinto confortável em fazer isso, não está entendendo nada, né?! Calma... hoje vou desabafar com vocês e dar esperança para novas e futuras mamães!

Eu nunca fui uma pessoa sonhadora, mas sempre me imaginava com a minha família cedo, porque achava bacana ter filho nova para poder aproveitar bastante e ter muito pique. Sendo assim logo que casei decidimos tentar engravidar... por certa inocência achamos que tudo ia acontecer logo, mas não foi assim não. Depois de 1 ano tentando começamos a fazer os exames específicos para fertilidade e nada, o médico da época queria já fazer inseminação artificial ou fertilização, mas nós resistimos a princípio. E aí começou a nossa luta por um médico que nos explicasse melhor a situação, nos desse pelo menos um diagnóstico... passei por várias "mãos", milhares de exames, remédios, orações, terapia, simpatias... e nada de dar certo. Até que depois de mais de 3 anos nessa luta encontramos um médico que simplesmente olhou os exames anteriores e fez o diagnóstico, eu tinha um enovelamento nas trompas o que dificultaria muito engravidar naturalmente. A nossa única opção era fazer uma fertilização in vitro (FIV), e lá fomos nós... mas não deu certo. Foi um dos momentos mais difíceis da minha vida, eu desabei... perdi meu chão.

Decidi me restabelecer psicologicamente para fazer outra tentativa... mais de um ano de passou até tomar coragem novamente. Nesse meio tempo assim como todas as "tentantes" tive que aprender a lidar com pessoas que me perguntavam o tempo todo quando eu iria ter um bebê, porque eu não tinha ainda, me julgavam se eu estava fazendo a coisa certa, me davam diagnósticos e me cobravam muito... não foi fácil. Outra coisa que intrigava muito as pessoas era o fato de eu trabalhar com crianças, e posso afirmar com toda certeza para vocês que isso nunca me atrapalhou e nunca me incomodou... eu realmente sentia que estava fazendo algo pelo filho de alguém, já que ainda não estava fazendo pelo meu e isso sempre me satisfazia.

Bom... já que tanto tempo tinha passado resolvemos encarar outra FIV, fomos ao médico, fiz novos exames e estava com a compra da medicação agendada, e quando estava esperando o primeiro dia da minha menstruação para oficialmente iniciar o procedimento, esse dia não chegava e só atrasava... meu marido insistindo muito para eu fazer um teste de gravidez mas eu achava aquilo impossível (já que o próprio médico tinha dito que a nossa chance de engravidar naturalmente era de 1%), tinha medo de olhar aquele exame negativo novamente e me frustrar mais uma vez logo agora que tinha me restabelecido... mas depois de 10 dias eu fiz e foi para a nossa grande surpresa e alegria se formaram aquelas duas listras do exame na minha frente. Eu entrei em pânico, queria ver um médico naquela hora, queria fazer um exame mais real, comecei a gritar em casa... fomos ao médico e lá pude fazer um ultrassom que mostrou aquela bolinha linda em preto e branco!!!!! Graças a Deus eu tive uma gestação tranquila, sem grandes turbulências... somente com sintomas normais como enjoo, sono, cansaço, etc... 

Por esse motivo o blog deu uma parada nos últimos meses, eu queria viver intensamente todo o processo e etapas da minha gestação, mergulhei de cabeça em todos os "projetos" como enxoval, chá de bebê, decoração do quarto, lembrancinhas, etc. Por diversas vezes quis parar com o blog e me dedicar exclusivamente para a minha filha, mas sei que iria me arrepender depois e que o meu trabalho era e vai ser muito importante para nós duas, e é por isso que vou aos poucos tentar voltar ao meu ritmo de postagens e dicas para vocês, agora com o coração muito mais calmo e tranquilo, mas com as poucas horas de sono que virão pela frente... mas posso afirmar uma coisa para vocês... eu nunca estive tão feliz e completa na minha vida!!!! 

Esse post é dedicado as queridas leitoras que passaram por situações parecidas e para as amigas tentantes... tudo vale a pena, todo cansaço, choro, exames, dores, ganho de peso, medicação... já quase nem lembro de como foi ruim na época! Uma boa sorte e tenham sempre fé e confiança!!!!

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

"Hora da Papinha" - Papinha do Gabriel

A " Hora da Papinha" é um dia destinado no blog para ajudar as mamães com uma receita diferente daquela papinha que todo mundo manda fazer, é hora de inovar nos ingredientes e combinações para desenvolver o paladar dos nossos bebês!!!
 

Papinha do Gabriel



Ingredientes:

- 2 COLHERES (SOPA) DE MANDIOQUINHA

- 1 COLHER (SOPA) DE TOMATE

- 2 COLHERES (SOPA) DE CHUCHU

- 1 COLHER (SOPA) DE RÚCULA

- 1 COLHER (CHÁ) DE CEBOLA

- ½ COLHER (CAFÉ) DE ALHO AMASSADO

- 1 COLHER DE CHÁ DE ÓLEO DE CANOLA OU AZEITE
 
- 1 PITADA DE SAL

 

Modo de Preparo:

- Refogar a cebola e o alho em uma panela com o óleo.

- Colocar a mandioquinha, o chuchu despejar água quente, deixar cozinhar até ficar tudo bem mole.

- Acrescentar o tomate e a rúcula, temperar com o sal e deixar cozinhar mais um pouquinho.

- Colocar todos os ingredientes no pratinho, se conseguir separe antes de amassar com o garfo, desfie a carne e misture com o legume que estiver mais molhadinho.

terça-feira, 30 de setembro de 2014

"Lancheira Saudável": semente para a criançada

A grande dúvida das mães ainda é o que mandar na lancheira das crianças, tanto para a escola quanto para passeios! E ninguém quase nunca pensa que pode mandar castanhas e sementes para eles!
 
 
As sementes são excelentes alimentos e são ricos em nutrientes essenciais para o crescimento e desenvolvimento dos pequenos e para nós também! Por isso escolhi uma delicinha muito prática hoje para a nossa lancheira, o mix de sementes e frutas da Jasmine! É feito com quinoa, linhaça, soja, gojiberry, cramberry e uva passa (CONTÉM GLÚTEN), como tem essa mistura rica de cores e sabores vira um lanchinho divertido e a porção já é individual. Uma outra informação importante é que não contém SÓDIO!!
 
Já para beber eu escolhi hoje o suco da Galinha Pintadinha sabor laranja! Esse sabor foi aprovado aqui em casa, todos adoraram!! O suco é pasteurizado e não contém corantes, conservantes e nem açúcar, somente o da própria fruta.
 
Inovar na lancheira é sempre uma missão para as mães, mas com criatividade e diversificação de sabores tudo fica mais divertido e nutritivo!!!!

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Uma refeição diferente: aprendendo a substituir

Que tal aprender a variar um pouco o cardápio da família e fugir do tradicional arroz com feijão, mas sem perder em relação aos nutrientes e grupos alimentares?! Foi isso que eu fiz ontem aqui em casa e ficou uma delícia... não pense que foi trabalhoso!
 
As refeições podem ser práticas e saudáveis ao mesmo tempo! É só você querer e deixar a sua imaginação fluir... mas dessa vez eu vou te ajudar!! Rs
 
 
 
Essa foi a refeição que preparei, tinha:
 
- Salada de agrião = uma refeição sempre deve conter uma verdura em folha
 
- Salada de tomate cereja = uma refeição deve conter pelo menos 1 legume cru ou cozido
 
- Ervilha fresca refogada (se você não achar a fresca para comprar compre a congelada, nunca a enlatada) = entrou no lugar do tradicional feijão, pois também é considerada uma leguminosa
 
- Purê de batatas diferente (receita logo abaixo) = substituiu o nosso tradicional arroz, porém com muito mais vitaminas
 
- Peixe empanado assado (receita logo abaixo) = proteína é proteína, só que como muita gente só faz peixe empanado frito, resolvi experimentar essa receita assada e ficou uma delicinha!!!
 
 
Purê de Batatas diferente
 
Ingredientes: não coloquei a quantidade porque depende muito do tamanho da sua família e do tamanho das batatas (aqui eu usei 1 de cada)
 
- batata inglesa
 
- batata baroa (mandioquinha)
 
- batata doce (branca ou rosa)
 
- um fio de azeite
 
- sal a gosto
 
 
Modo de Preparo:
 
Cozinhar as batatas (todas juntas) na panela de pressão por 10 - 15 minutos.
Descascar as batatas, amassar ou bater no mixer (se necessário acrescentar algumas colheradas de água para facilitar o processo).
Colocar na panela a mistura das batatas, um fio de azeite e o sal. Deixar refogar um pouquinho e está pronto!!
 
 
 
Peixe empanado frito (receita do site da GNT by Rita Lobo)

Ingredientes:

- 600g de filé de peixe branco (como congrio, tilápia e merluza - eu fiz com tilápia)
- suco de 1 limão-cravo (eu usei limão taithi que já tinha em casa)
- 2 ovos
- 1 xícara (chá) de farinha de trigo (dá para fazer com fubá)
- 2 xícaras (chá) de farinha de mandioca flocada (biju)
- 4 colheres (sopa) de azeite

- sal e pimenta-do-reino moída na hora (a gosto)
Modo de preparo:
Preaquecer o forno a 200 ºC (temperatura média).

Forrar duas assadeiras retangulares com papel-alumínio (com o lado brilhante para cima) e, com um pincel, untar cada uma delas com 2 colheres (sopa) de azeite. Reservar.

Cortar os filés em tiras de 2 x 8 centímetros e transferir para um recipiente (as tiras devem ter um peso aproximado para assarem por igual). Temperar com o suco do limão, sal e pimenta-do-reino moída na hora.

Colocar os ovos em uma tigela, temperar com uma pitada de sal e misturar bem com um garfo.

Colocar a farinha de trigo e a farinha de mandioca, respectivamente, em pratos fundos e temperar com sal. Se os flocos de farinha de mandioca estiverem muito grandes pressionar com as costas de uma colher para quebrar - ou amassar com as mãos.

Para empanar, passar a isca farinha de trigo, de todos os lados, mergulhar nos ovos e, por último, pressionar na farinha de mandioca. Transferir para uma das assadeiras e repetir com todas as iscas.

Arrumar as iscas deixando que haja espaço entre elas. Esse é um dos segredos para que fiquem bem crocantes.

Levar ao forno preaquecido para assar por 20 minutos. Na metade do tempo, retirar as assadeiras do forno, virar as iscas com uma espátula e voltar para o forno.Quando estiverem douradas, retirar do forno e servir.

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Dica do Chef: Leites Vegetais

Hoje o post vai para os meu queridinhos alérgicos ao leite de vaca e também para quem quer variar um pouquinho no sabor das receitas, eu uso bastante os "leites" vegetais para fazer bolo, como bolo com leite de coco ou amêndoas!! Existem milhares de opções, você pode variar bastante o cardápio... e se conseguir usar ingredientes orgânicos melhor ainda.

 
 
 
Leite de Coco Caseiro
 
 
Ingredientes:
 

- 3 cocos maduros ralados (somente a polpa branca, sem a casquinha marrom)
 
- 100 ml de água mineral ou filtrada ou a água do coco
 
 
Modo de Preparo:
 
Bater no liquidificador o coco ralado com a água.
Coar com um pano limpo e fino ou uma peneira bem fina, está pronto o leite de coco.
 
 
Leite de Amêndoas Caseiro
 
Ingredientes:

- 1 copo de amêndoas crua

- 4 copos de água

Modo de preparo:

Lavar as amêndoas, deixar de molho de um dia para o outro com água.
Escorrer a água que ficou de molho, tirar a pele fininha que sai da amêndoa e bater no liquidificador com a água (os 4 copos).
Coar em um pano limpo e fino.
 
Leite de Aveia Caseiro

 

Ingredientes:

- 2 xícaras (chá) de aveia em flocos

- 3 xícaras (chá) de água mineral ou filtrada
 
Modo de preparo:
Deixar a aveia de molho na água por 1 hora (no mínimo).
Bater no liquidificador no liquidificador a aveia hidratada com a água.
Coar em um pano limpo e fino.

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

"Vem com tudo Dona Cegonha" entrevista: Método DeRose na Gestação

Como alguns de vocês sabem eu pratico o Método DeRose e depois que engravidei percebi que todos os livros e aplicativos destinados a gestante sugerem essa como uma atividade física ideal para as gravidinhas.

 
Por esse motivo resolvi fazer uma entrevista como o meu instrutor, Marcus Amorim, diretor da Escola do Método DeRose na Granja Viana - SP, para vocês entenderem um pouco dos benefícios que essa prática pode trazer para as grávidas e também para as mulheres!!
 
 
Tipsquinha: Para que serve o Método DeRose?
 
Marcus Amorim: O Método DeRose tem por finalidade melhorar a qualidade de vida e aumentar a performance no trabalho, estudos ou esporte, de forma que um estimule o outro. Com mais qualidade de vida sua performance aumentará, buscando um aumento dela, de forma que não interfira na qualidade de vida.
 
Tipsquinha: Como a performance é trabalhada?
 
Marcus Amorim: Esse método utiliza técnicas biológicas para produzir os resultados. As técnicas vão da reeducação respiratória, trabalho de força e flexibilidade, aprimoramento da concentração, aumento da consciência corporal, limpeza de órgãos internos, tônus muscular e alongamento. Tudo isso produz mais vitalidade e um corpo mais saudável, consequentemente, teremos melhor rendimento nos estudos, trabalho ou mesmo nos esportes que fazemos.
 
Tipsquinha: E como isso interferirá na qualidade de vida? Interfere também no dia-a-dia?
 
Marcus Amorim: Além das técnicas, que com certeza produzirão qualidade de vida física e biológica, o Método dispõe de conceitos. Estes conceitos farão o aluno levar o que aprende para o seu dia-a-dia. Trabalhamos conceitos de boa alimentação, bons hábitos, boas relações humanas e tudo que possa estar envolvida com o indivíduo e seu meio. Não queremos que o nosso aluno tenha apenas uma ou duas horas de prática por dia, mas sim, e principalmente, que ele leve o que aprende para sua vida, para além da nossa Escola.

Tipsquinha: E a gestante pode praticar?
 
Marcus Amorim: Sempre antes de praticar, solicitamos uma autorização médica. As técnicas do Método DeRose são bastante fortes e intensas, claro que respeitando os limites físicos de cada um. Porém, se uma interessada nunca travou contato conosco, sugerimos um acompanhamento personalizado, para que ela possa aproveitar ao máximo os resultados positivos e tenha toda segurança, para ela e para o bebê.
 
Tipsquinha: Você falou no caso de uma gestante procurar o Método DeRose. Mas, se ela já praticasse antes de engravidar, como seria?
 
Marcus Amorim: Este é o seu caso, Raquel, já praticava conosco e engravidou. Neste caso, nada muda. A aluna, como já tem conhecimento das técnicas, consciência corporal e entende os limites corporais, poderá dar continuidade nas aulas regulares, seja em grupo ou particulares.
 
Tipsquinha: Então seria mais interessante buscar o Método DeRose antes de engravidar?
 
Marcus Amorim: Com certeza, mas nos dois casos seriam interessantes. Se já está grávida, não há porque não iniciar. Com isso, terá uma boa gestação mantendo a qualidade de vida, saúde e condicionamento físico. Mas lembre-se, neste caso serão aulas particulares.
Se ainda não engravidou, e tem ou não a intenção futura, é só começar. O Método DeRose trabalha com qualidade de vida e melhoria da performance. Assim, deixar as técnicas e
conceitos permearem sua vida, fazendo seu rendimento no trabalho, sua disposição, seu esporte, ou mesmo suas atividades diárias melhorarem, com vitalidade, isto será sempre válido. Independentemente se grávida ou não, se mulher ou homem.
 
Tipsquinha: Agradecemos e convidamos a conhecer o Método DeRose, eu mesmo faço e recomendo.
 
Marcus Amorim: Nós que agradecemos a oportunidade e esperamos vocês em alguma das nossas Escolas. Visite o www.metododerose.org certeza que terá uma Escola perto de você.

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Sucos embalados... acreditar ou não?

Muita gente duvida que os sucos e alguns alimentos considerados perecíveis possam ser armazenados por muito tempo e sem o uso de conservantes, como os sucos de caixinha. Hoje vamos entender um pouquinho sobre esse processo e se vale a pena consumir esse tipo de produto ou não.

 

Quero começar sendo bem clara e direta... o melhor dos melhores é sempre fazer suco NATURAL!! Sempre, sempre e sempre!!! Isso não tem discussão e todos vão concordar comigo, né?! Mas existem casos em que não conseguimos usufruir desses alimentos, como em viagens longas, passeios em parques onde não há lugar para refrigeração e principalmente a correria do dia-a-dia com os seus imprevistos. Nesses casos vale a pena sim consumir produtos embalados e industrializados e eu sempre tento escolher:
 
- os que não contém conservantes
 
- que preservam ao máximo o sabor original do alimento
 
- não contém aditivos químicos
 
- não contém açúcar
 
- marcas conhecidas e de boa procedência
 
- produtos orgânicos sempre que possível
 
Os sucos quando embalados são submetidos antes a um processo chamado de pasteurização, esse processo é feito com o aumento da temperatura por um determinado tempo (o que depende do tipo de produto, da sua acidez - pH) que elimina enzimas e microrganismos responsáveis pela deterioração do alimento, ou seja por estragar ele. É claro que nesse processo de alta temperatura muitas vitaminas são perdidas (por isso sempre prefira o natural e feito na hora), mas quando consumo esse tipo de produto eu penso muito mais em evitar contaminação do que em uma fonte de vitaminas.
 
Então quando um produto é apresentado para vocês sem conservantes é possível acreditar SIM, só temos que tomar cuidado para essa não ser a única fonte de suco dos nossos filhos e nossa também... lembre-se sempre que eles devem ser consumidos em situações especiais e excepcionais.